sexta-feira, 28 de novembro de 2014

BOM FINAL DE SEMANA NA PAZ DE DEUS!

NOVA POSTAGENS A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA - 01/12/2014!

PAPA FRANCISCO


PAPA FRANCISCO:

Discurso do Papa Francisco ao Conselho da Europa em Estrasburgo – 25 novembro 2014

Conselho da EUROPA em Estrasburgo - RV
25/11/2014 10:48
Senhor Secretário-Geral, Senhora Presidente,
Excelências, Senhoras e Senhores!
Sinto-me feliz por poder tomar a palavra nesta Sessão que vê reunida uma representação significativa da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, os representantes dos países membros, os juízes do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, bem como as diferentes instituições que compõem o Conselho da Europa. De facto, quase toda a Europa está aqui PRESENTE, com os seus povos, as suas línguas, as suas expressões culturais e religiosas, que constituem a riqueza deste CONTINENTE. De modo particular agradeço ao Secretário-Geral do Conselho da Europa, Senhor Thorbjørn Jagland, o convite gentil e as amáveis palavras de boas-vindas que me dirigiu. Saúdo também a Senhora Anne Brasseur, Presidente da Assembleia Parlamentar. De coração agradeço a todos o empenhamento profuso e a contribuição prestada à paz na Europa através da promoção da democracia, dos direitos humanos e do estado de direito.
leia mais:

PAPA NA TURQUIA

Papa Francisco na Turquia para encontrar o Patriarca Bartolomeu

Papa Francisco - REUTERS
28/11/2014 11:23
O Papa chegou à CAPITAL turca, Ancara, às 13 horas locais, dando à sua visita de três dias, naquela que constitui a sua sexta viagem fora da Itália. Hoje a primeira etapa, em Ancara, onde terá encontros com as autoridades do país, nomeadamente o presidente Erdogan, o primeiro-ministro Davutoglu e o presidente da Diyanet – o organismo governamental para as Questões Religiosas. Amanhã, sábado, a transferência para Istambul, com o encontro com a pequena comunidade católica da Turquia e, sobretudo, com o Patriarca Ortodoxo de Constantinopla, Bartolomeu I, com o qual celebrará, domingo, a festa de Santo André, patrono do patriarcado ecuménico.
 LEIA MAIS:

O desafio da desigualdade social: ricos com MAIS 1 bilhão de dólares cresceram 38%


ReproduçãoA América Latina e o Caribe continuam sendo as regiões mais desiguais do mundo. Os mais ricos abocanham em média 50% das rendas totais da região, enquanto os mais pobres ficam apenas com 5%. Se as três pessoas mais ricas do mundo gastassem 1 milhão de dólares por dia cada uma, seriam necessários 200 anos para acabar todo o seu dinheiro. Isso não ocorre, unicamente, nos países mais ricos. No México, Carlos SLIM, o mais rico de todos os latinos e o segundo homem mais rico do mundo, poderia pagar só com suas rendas de um ano os salários anuais de 440.000 mexicanos.
LEIA MAIS:

Mulheres migrantes: entre fronteiras físicas e sociais

Mulheres migrantes: entre fronteiras físicas e sociais

CSEM
Adital

Imagem: Angela Peres | Secom Acre


Por Tuíla Botega
Tradicionalmente as mulheres ocuparam um lugar de invisibilidade nos estudos migratórios, entretanto, nas análises MAIS recentes, e considerando o contexto atual de globalização, a participação feminina vem ganhando cada vez MAIS relevância.
LEIA MAIS:

''Sim, erramos: o mercado deve ser controlado''

"GRANDE, forte, equilibrado. Assim foi o discurso do papa. Muitos naquela sala eram contrários ou indiferentes à sua VISITA. Mas com o seu carisma tão pessoal ele os conquistou, soube falar com cada um: e, no fim, todos o aplaudiram."
A reportagem é de Luigi Offeddu, publicada no jornal Corriere della Sera, 26-11-2014. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
LEIA MAIS:

A atualidade de Dom Hélder Câmara para as novas gerações e a Igreja de Francisco

A atualidade de Dom Hélder Câmara para as novas gerações e a Igreja de Francisco

Dom Helder 5A comunhão entre a VIDA de Dom Hélder Câmara e suas pregações é seu maior trunfo contra os que o acusam de ter sido demagogo. A afirmação é da professora Lucy Pina Neta, historiadora do Instituto Dom Helder Câmara (IDHeC), sediado em Recife, Estado de Pernambuco. Em entrevista à Adital, ela discute o contexto sociopolítico e CULTURALque permeou a atuação de Dom Hélder e que fez dele uma referência ainda bastante atual para as novas gerações.
LEIA MAIS:

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

''A Igreja volta a criticar o modelo do capitalismo.'' Entrevista com Emanuele Severino

Papa Francisco aponta o dedo CONTRA o "GRANDE vazio IDEAL no chamado Ocidente". Mas há esse vazio ideal? O filósofo Emanuele Severino está perplexo. "Nós ouvimos – diz – um homem de grande relevância espiritual afirmar uma coisa evidente: que não deve haver toda essa violência, ou injustiça, ou disparidade social".
A reportagem é de Marco Ventura, publicada no jornal Il Messaggero, 26-11-2014. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
LEIA MAIS:

"Prefiro o possível e o impossível que Dilma fará do que a política de desemprego cruel que Fraga faria". Entrevista especial com Carlos Lessa

“Não vejo nada favorável. O cenário está muito difícil para o BRASIL e Dilma vai ter que caminhar no fio da navalha para não se cortar muito. Espero que ela consiga”, avalia o economista.
Foto: unieducar.org.br
“Os petistas não devem se surpreender” com a possível nomeação de Joaquim Levy para ocupar o Ministério da Fazenda, porque ele “foi escolhido por Lula e é o número dois do ex-ministro da Fazenda ANTONIO Palocci”, diz Carlos Lessa à IHU On-Line, ao comentar a reeleição de Dilma e as mudanças na política econômica.
Na avaliação do economista, Levy equivale a Armínio Fraga, com uma diferença: “Ele não será igual ao Fraga — ele pensaCOMO Fraga, mas não irá JOGAR os salários para baixo, porque Dilma não vai concordar com isso”, justamente porque o que diferencia o governo de Dilma de um possível governo Aécio é a manutenção do valor do salário mínimo.
“A diferença que iria acontecer é que, se Aécio fosse eleito, teríamos uma política de massacre do salário mínimo real, enquanto Dilma vai tentar o possível e o impossível para isso não acontecer. Prefiro o possível e o impossível que ela venha a fazer do que a política de desemprego cruel que Fraga iria fazer. Mas, na cabeça da Dilma, também é necessário reduzir os investimentos públicos, elevar a taxa de juros e fazer uma política muito ortodoxa”, pontua.
LEIA MAIS:

QUE REI É ESTE?

Que rei é este?

 Frei Bento Domingues, O.P.                   1. A celebração litúrgica de Cristo Rei foi instituída por Pio XI, em 1925, com as monarquias em crise e as repúblicas em conflito com a Igreja Católica. Tornou-se, depois, a coroa do ano litúrgico que recomeça com o Advento, ritmando o infindável acontecer da graça divina – simbolizado na Liturgia – que atinge todos os tempos e lugares, como fonte de libertação das nossas servidões mentais e afectivas, antigas ou novas, materiais, culturais ou religiosas. Sem um PROGRAMA libertário, o ciclo litúrgico anual dará a ideia do eterno retorno do mesmo. Quem, por outro lado, desejar conhecer a história do Santuário Nacional de Cristo Rei, elevado, em Almada, a 113 metros acima do Tejo, pode recorrer às informações do Google. Mas com ou sem esse facilitador, abandone os preconceitos e suba ao miradouro MAIS abrangente sobre a deslumbrante e inesgotável beleza de Lisboa.
LEIA MAIS:

O papa, a simonia e as missas pagas. Quanto custa a salvação?

O papa, a simonia e as missas pagas. Quanto custa a salvação?

A reportagem é de Francesco Peloso, publicada no jornal Secolo XIX, 22-11-2014. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
leia mais:

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

FIDELIDADE, OBEDIÊNCIA E LIBERDADE DE SER E PENSAR

Surpreendeu-me a notícia, veiculada num jornal local do dia 17 de novembro último, a respeito da excomunhão do Padre Roberto Francisco Daniel, conhecido como Padre Beto, da cidade de Bauru (SP).
         O processo de excomunhão foi iniciado no mês de abril de 2013. Acusação: postura e artigos publicados por parte de Padre Beto, favoráveis à possibilidade de amor entre pessoas do mesmo sexo. Além disso, Padre Beto chamaria atenção por um estilo de vida que não combinaria com a dignidade de um sacerdote.
         Após ter refletido sobre esta questão, e as suas consequências, não me é mais possível, em consciência, permanecer em silêncio, e desejo manifestar o que sinto, penso e o que me preocupa. Farei meu comentário em apoio ao Padre Beto. Procurarei fazer abordagens mais amplas, abrindo condições para perguntas decorrentes. Sinto-me na obrigação de ajudar a nós todos a refletirmos com mais profundidade sobre assuntos desta importância, antes de nos tornarmos coniventes com julgamentos ou posturas excludentes.
LEIA MAIS:

Não à violência CONTRA a mulher

Não à violência CONTRA a mulher

Adital

Por Ronivaldo Maia*

A data de 25 de novembro é o Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher. A data traz importante reflexão sobre os números da violência ao gênero e o que se tem feito para combater o problema. A luta pela eliminação dessa violência passa pela melhoria da estrutura, criando polo integrado de atendimento que facilite a vida das mulheres que vão denunciar, assim COMO o aumento da estrutura para solucionar com agilidade os processos. Mesmo com a Lei Maria da Penha, feminicídios não diminuíram no País. Ela não conseguiu impactar nas estatísticas de assassinatos de mulheres. Criada em 2006, foi grande avanço, mas milhares de mulheres continuam sendo mortas: a taxa era de 5,41 óbitos por 100 mil mulheres em 2001. Em 2011, passou para 5,43.
LEIA MAIS: