quinta-feira, 13 de novembro de 2014

MFPC - NOTA DE FALECIMENTO

Falecimento de Raimundo Nonato Silva em Brasília

“Raimundo Nonato da Silva, 96 anos, faleceu, na madrugada do dia 5 de novembro deste, 2014, vítima de câncer. Deixou viúva Maria Petrina Santoucy da Silva e órfãos um filho, Nonato, dois netos e dois bisnetos.
Nasceu em Barra do Corda, no Maranhão, em 1918. Foi frei capuchinho e estudou 10 anos na Itália, passando lá os anos difíceis da Segunda Guerra Mundial. Ordenou-se em 1945 e foi pregador pelas regiões do Nordeste até 1953, ano em que deixou a Ordem e, segundo parece, o ministério sacerdotal.
Formado em ambos Direitos e dominando seis línguas, antes de vir para Brasília, deu, no Rio de Janeiro, aulas de latim e português até começar a trabalhar em jornais, o que o levou ao cargo de redator no Ministério da Educação e Cultura (MEC), na antiga capital.


Foi no Rio de Janeiro que conheceu Ernesto Silva, futuro presidente da Comissão de Planejamento da Construção e da Mudança da Capital Federal e diretor da Novacap. Ele o convidou para editor e diretor do primeiro veículo de comunicação da cidade, a Revista Brasília, que circulou entre janeiro de 1957 e maio de 1963.
Além disso, Raimundo exerceu também a chefia da Divisão de Divulgação da Novacap. E, quando a Revista Brasília deixou de circular, ele voltou ao MEC, agora em Brasília. E tornou às salas de aula. Deu aulas de Direito e Pedagogia na UDF e de outras matérias nas escolas do Elefante Branco, do Marista, Salesiano e Cemav. Nesses anos de professor, Raimundo conheceu figuras que se destacaram no Brasil. Foram seus alunos, por exemplo, Joaquim Barbosa e Fernando Collor.
Raimundo Nonato viveu grande parte da sua vida dentro do MEC. Quase até ao fim. Compôs-lhe o hino e foi até aos 94 anos o maestro regente do coral do ministério.
Vida tão rica conquistou-lhe muitos amigos. Viu-se no dia do seu sepultamento.
Com os colegas, padres casados, ele foi sempre um homem coerente com a sua fé, sempre ortodoxo, seguro e conservador. Que Deus o tenha em  paz e na sua alegria!”.
Fonte: Correio Brasiliense, 06/11/2014
Enviado por Luís Gurreiro Cacais
VEJA MAIS:
  1. Quem é Nonato Silva
  2. Entrevista a Raimundo Nonato SilvahbghgghjEEntreEE,
  3. 90 anos de Nonato Silva90vista

Nenhum comentário:

Postar um comentário