sexta-feira, 14 de novembro de 2014

PAPA FRANCISCO:

o Reino de Deus cresce no silêncio, não faz espectáculo


Papa Francisco durante a Missa em Santa Marta - OSS_ROM
13/11/2014 04:59

O Reino de Deus cresce no silêncio, não faz espetáculo. Cresce em cada dia graças a quem o testemunha sem fazer “barulho”, rezando e vivendo com fé os seus compromissos na família, no trabalho e na comunidade. Esta a mensagem essencial da homilia do Papa Francisco na quinta-feira, dia 13, na missa na Capela da Casa de Santa Marta.


O Reino de Deus encontra-se no silêncio, “talvez numa casa onde se chega ao final do mês somente com meio euro”, mas mesmo assim não se deixa de rezar e de cuidar dos próprios filhos e dos avós – afirmou o Santo Padre que deixou claro que o Reino de Deus não é um espetáculo:

 “O espetáculo! Nunca o Senhor diz que o Reino de Deus é um espetáculo. É uma festa, mas é diferente. É festa, é bela, é uma grande festa, e o Céu é uma festa, mas não um espetáculo. A nossa fraqueza humana, no entanto, prefere o espetáculo”.

Muitas vezes, prosseguiu o Papa, o espetáculo é uma celebração – por exemplo um casamento – no qual as pessoas, ao invés de receber um Sacramento “vão para fazer uma exibição de moda, para se mostrar... por vaidade”. Ao contrário, “o Reino de Deus é silencioso, cresce dentro”. O Papa Francisco citou mesmo as palavras de Jesus: “também para o Reino chegará o momento de manifestar a força, mas será somente no final dos tempos”.

“O dia em que fará barulho, fará como uma esquadrilha de aviões que atravessa o céu de um lado ao outro. Assim fará o Filho do Homem no seu dia, no dia em que fará barulho. E quando se pensa na perseverança de tantos cristãos – homens e mulheres – que levam adiante a família, que cuidam dos filhos, que cuidam dos avós, que chegam ao fim do mês com meio euro no bolso mas rezam, ali está o Reino de Deus; escondido na santidade da vida quotidiana, na santidade de todos os dias, porque o Reino de Deus não está longe de nós, está perto! Esta é uma das suas características: proximidade, todos os dias”.

Segundo o Papa Francisco, a cruz da vida quotidiana de cada um no trabalho e na família faz parte do Reino e silenciosamente o Reino de Deus “humilde” como uma “semente” vai crescendo com a força do Espírito Santo.

 “O Reino de Deus é humilde, como a semente: humilde; mas cresce!? Pela força do Espírito Santo. Cabe-nos deixá-lo crescer em nós, sem nos vangloriar; deixar que o Espírito venha, nos transforme a alma e leve-nos em frente no silêncio, na paz, na serenidade, na proximidade a Deus, aos outros, na adoração a Deus, sem espetáculos”.
(RS/CM)
FONTE: http://pt.radiovaticana.va/news/2014/11/13/papa_reino_de_deus_cresce_no_sil%C3%AAncio,_n%C3%A3o_faz_espect%C3%A1culo/1111095

Nenhum comentário:

Postar um comentário