segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

ANGELUS:

Tráfico de pessoas – vergonhosa praga da sociedade

Papa Francisco - REUTERS
08/02/2015 12:48

Domingo, 8 de fevereiro, grande multidão na Praça de S. Pedro para a recitação do Angelus. O Papa Francisco recordou, antes de mais o Evangelho de S. Marcos neste V Domingo do Tempo Comum sublinhando duas palavras-chave que descrevem a atividade principal de Jesus na sua vida pública: pregar e curar:
“Com a pregação, Ele anuncia o Reino de Deus e com as curas demonstra que esse está próximo, está no meio de nós.”
LEIA MAIS:

 

O Santo Padre sublinhou a passagem do Evangelho que nos fala da cura da sogra de Simão Pedro e da grande multidão que depois O veio procurar para que Jesus os curasse das suas feridas no corpo e no espírito.
Segundo o Papa Francisco esta realidade das curas dos doentes por parte de Jesus, convida-nos a refletir sobre o sentido e o valor da doença. A isto nos apela o Dia Mundial do Doente que celebraremos na quarta-feira dia 11 de fevereiro, memória litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes – referiu o Santo Padre – recordando a Vigília de Oração que terá lugar em Roma e para a qual muito contribuiu Mons. Sigmund Zymovski mas que está muito doente na Polónia. O Papa Francisco pediu para ele uma oração especial.
O Santo Padre recordou ainda a frase de Jesus que nos diz que “pobres e sofrimentos” estarão sempre connosco porque apesar dos múltiplos avanços da ciência as interrogações sobre a doença, a dor e a morte continuam a pedir de todos os cristãos uma ação pastoral de proximidade levando a ternura de Deus a todos os que sofrem e também aos médicos, enfermeiros e familiares das pessoas doentes.
Após o Angelus o Papa Francisco recordou o Dia de Oração e Reflexão contra o tráfico de pessoas que se celebra neste dia 8 de fevereiro, memória litúrgica de Santa Giusepina Bakhita, também ela vitima do tráfico humano.
“Encorajo todos os que estão empenhados em ajudar homens, mulheres e crianças escravizados, abusados como instrumentos de trabalho ou de prazer e muitas vezes torturados e mutilados.”
“Desejo que todos os que têm responsabilidades de governo trabalhem com decisão para remover as causas desta vergonhosa praga, indigna de uma sociedade civil. Cada um de nós se sinta empenhado a ser voz destes nossos irmãos e irmãs, humilhados na sua dignidade. Rezemos com Maria por eles e pelas suas famílias.
O Papa Francisco saudou os fieéis presentes na Praça e a todos desejou um bom domingo e um bom almoço. (RS)

FONTE: http://pt.radiovaticana.va/news/2015/02/08/angelus_tr%C3%A1fico_de_pessoas_%E2%80%93_vergonhosa_praga_da_sociedade/1122234

Nenhum comentário:

Postar um comentário