sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Papa Francisco admite dificuldade ao usar computadores

O papa Francisco admitiu ontem sentir dificuldades ao utilizar os computadores. Foi o que declarou num bate-papo em videoconferência com estudantes portadores de deficiências. O diálogo foi para promover uma rede de colégios na Internet, a Scholas Web, lançada em 2013 pelo próprio chefe da Igreja Católica e que visa criar parcerias entre as empresas de tecnologia e as escolas.
 
A proposta usa a ferramenta a fim de que os alunos de vários países se comuniquem. Uma espanhola de 16 anos, que declarou gostar de filmar e fotografar, perguntou se o papa era adepto de fotos e descarregá-las no computador.
  LEIA MAIS:

“Sou péssimo com a máquina. Não sei mexer direito no computador. Que vergonha, não?”, confessou ele na Cidade do Vaticano. Em outra resposta, confessou que não tinha tablet. O bate-papo contou com estudantes de quatro países, incluindo um brasileiro, todos com alguma insuficiência. Pedro, de 12 anos,estudante do colégio Albert Sabin, da capital paulista, declarou que gosta de jogar futebol, como goleiro. Ele nasceu sem uma das mãos.
 
Perguntado pelo sumo pontífice por que prefere ser goleiro, Pedro disse que ficava feliz por estar com os amigos e praticar esportes: “Você está dando uma importante lição. O importante não é ganhar, mas estar com os amigos”, comentou o santo padre. Acrescentou que a Scholas Web pode ajudar a todos os alunos deficientes, pois permite que se comuniquem: “Quando não nos comunicamos, ficamos sozinhos com nossas dificuldades”, acrescentou.
 
Também ontem, foram apresentados detalhes sobre outro projeto lançado pelo papa, o Scholas Labs. A ideia é que especialistas de empresas de tecnologia, como o Google, ajudem a desenvolver aplicativos a serem usados nas escolas.
 
Quem possui um projeto pode se inscrever no site. Se aprovado, a equipe técnica ajudará a desenvolver o produto e haverá financiamento. A promessa é que, quatro meses depois, a ferramenta já esteja disponível.
 
“Tesouro a compartilhar”
Francisco afirmou na mesma videoconferência que todos têm um “tesouro a compartilhar.: Todos vocês têm um cofre, uma caixa, e dentro há um tesouro”, especificou. “O trabalho de vocês é abrir a caixa, tirar o tesouro, entregar e compartilhar com os demais”.
 
“Devemos compartilhar este tesouro com os demais. Se compartilhamos, recebemos do outro, e isso se multiplica. A vida é um grande tesouro, mas só faz sentido quando damos”, acrescentou. O pontífice pediu também para os adolescentes não se amedrontarem frente às dificuldades: “Somos capazes de superar tudo. Precisamos apenas de tempo para procurar e encontrar o caminho”, disse Jorge Bergoglio. (das agências de notícias)

Saiba mais 

Francisco será
o primeiro papa a falar diante das duas câmaras do Congresso dos Estados Unidos no dia 24 de setembro no marco de sua primeira visita oficial, anunciou a Câmara de Representantes.

O papa havia sido convidado formalmente em março de 2014 por Boehner, com o apoio da líder democrata da Câmara, Nancy Pelosi. Ambos chefes parlamentares são católicos.
Francisco havia confirmado no ano passado que iria aos Estados Unidos em setembro para participar de um congresso da Igreja Católica na Filadélfia.
Após as eleiçõe
s de novembro, ambas câmaras do Congresso ficaram nas mãos do partido republicano. 

FONTE: http://www.opovo.com.br/app/opovo/mundo/2015/02/06/noticiasjornalmundo,3388902/papa-francisco-admite-dificuldade-ao-usar-computadores.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário